Um blog pessoal – Parte 1

Sem delongas (Ei, eu me chamo Delongas!)¹, estou colocando este Tumblr no ar para expressar minhas opiniões e pensamentos que não dão para ser compartilhados com pessoas de forma direta porque provavelmente elas não entenderiam. Isso não é um diário, mas posso contar muitas coisas importantes aqui sobre o que vem acontecendo na minha vida e minha opinião sobre elas.

Para esse primeiro post vou começar dizendo que essa não é a primeira vez que eu tento escrever um blog desse tipo. Há uns dois ou três anos eu já tinha vontade de criar um blog de opinião. Eu pensava, planejava, organizava o blog todo, mas nunca dava certo porque na hora de escrever, cadê a opinião? O problema é que parecia que eu estava criando um blog jornalístico onde eu ia emitir a minha opinião sobre a sociedade, quando o real propósito não era esse. E então terminava não dando certo. Fiz isso umas três vezes. Na última vez, me dei conta que a maioria das opiniões que eu tinha era sobre televisão, então não tinha pra quê eu manter um blog só de opinião de televisão, se o que as pessoas querem ler são as notícias e depois no mesmo site, as opiniões, e não só um blog com apenas opinião. Então terminei esquecendo essa ideia de blog pessoal porque vi que não dava certo. Até ontem.

Ontem estive pensando em como fiz alguns tweets: para que a minha linha de raciocínio ficasse correta eu tive que escrever vários tweets, um continuando o outro. Isso se faz de vez em quando, mas não sempre, como acontece comigo. As pessoas sabem usar os 140 caracteres e pronto. Essa é a prova que eu precisava de um espaço maior para escrever. Mas onde? Não gosto do Facebook porque lá as pessoas postam muitas besteiras ou contam a sua vida inteira lá dizendo onde e com quem estão, e quando está se sentindo triste para poder ter muitas pessoas “ao seu lado” dizendo: “não fique assim, todos nós gostamos de você”.

O Google+ é uma rede social mais séria e não me parece ser o lugar ideal para isso.

Eu não queria ter que criar outro blog (pois dá trabalho achar um nome, procurar um template e organizar ele todo do jeito que você quer). Foi quando eu pensei: um Tumblr! Isso, um Tumblr seria ótimo porque é uma plataforma simples e que não preciso me preocupar com muita coisa. Nem de redes sociais específicas para o blog eu precisaria, a não ser que ele cresça e eu crie depois.

Pronto, agora a parte mais difícil: um nome. Me lembrei que o nome de um dos blogs de opinião que criei se chamou Que papo é esse?. Vou dá esse nome mesmo, porque não consigo pensar em outro. E, além disso, eu gosto dele. Na série Arnold, o personagem que nomeia a série costuma falar essa frase sempre que seu irmão mais velho, Willis, vem com uma ideia que ele desconfia. E essa é uma frase que se encaixa muito bem nesse blog porque aqui eu vou falar de assuntos que as pessoas que me conhecem não sabem que eu gosto, e que se eu falasse, elas me olhariam estranho quase que dizendo: “Que papo é esse Jóckisan?”.

Pronto, Tumblr criado. Agora é só escrever os pensamentos e as opiniões!

¹ Referência ao episódio 4×06 (episódio 6 da 4ª temporada) de iCarly.
Atualizado em 29/03/2016
Anúncios
Um blog pessoal – Parte 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s