A falta de respeito com a opinião dos outros

Por que é tão difícil respeitar a opinião do outro quando não se concorda com ela? Somos pessoas diferentes, pensamos diferente e por isso temos opiniões diferentes.

image
Esse GIF! hahahaha

Mas custa respeitar a opinião do outro? Você tem que ir lá e criticar e xingar a outra pessoa só porque ela pensa diferente? Mesmo que você ache que ele está errado e você certo, é realmente necessário fazer isso?

Eu sou blogueiro. Em um dos meus blogs, escrevo críticas de filmes, séries e livros. E quando não gosto de algum filme ou livro ou série não fico arrodeando, e digo logo: não gostei, é ruim, é horrível, péssimo, decepcionante.

O problema é que os fanboys se sentem ofendidos, e aí começa a palhaçada. Em uma resenha que eu fiz do filme das Tartarugas Ninja uma pessoa veio falar que eu estava errado na minha opinião lá no Filmow, uma rede social de filmes muito legal que uso para dar notas aos filmes que assisti e divulgar as minhas resenhas. Lá ele estava até educado, mas depois ele foi até o meu blog e refez os seus comentários numa versão mais agressiva. Eu estava respondendo ele tanto no blog quanto no Filmow. E as respostas dele às minhas eram diferentes nas duas plataformas. Parece que no Filmow ele  não queria manchar uma reputação (já que lá é uma rede social), enquanto no meu blog não tinha ninguém olhando e por isso resolveu se revelar e soltar o verbo. Ele me ofendeu muitas vezes. E não parava de comentar. Como o blog é meu, e eu não aceito uma postura dessas de um leitor, comecei a deletar os seus novos comentários. Ele percebeu e começou a me provocar, dizendo que eu poderia continuar excluindo, e tal. Então tive que tomar uma atitude ainda mais drástica: bloquear ele totalmente, para que fosse impedido de escrever novos comentários. Também exclui os comentários que já haviam sido publicados, porque não ia deixar aquela sujeira lá.

Os fanboys são muito agressivos quando se trata de defender a sua marca/produto/filme/pessoa preferida. Eles não sabem de uma coisa fundamental da vida: nem todos têm a mesma opinião, e por isso nem todos precisam concordar com eles naquilo. Tem gente que gosta, e gente que não gosta, e o que devemos fazer é apenas respeitar o outro.

E muitas vezes não é só os fanboys, mas também pessoas que gostam de algo ou são apenas fãs.

Essa semana isso voltou a acontecer quando eu publiquei a resenha de Mad Max: Estrada da Fúria e disse que não gostei, que o filme é horrível e não tem história. Ninguém chegou lá no blog ainda, mas no Filmow já se manifestaram. Eles insistem em dizer que eu não entendi o filme, que a minha resenha é mal feita, que eu tento influenciar outras pessoas a pensarem da mesma forma que eu, etc. Não dá apenas para aceitar o fato de que EU não gostei do filme, de que EU achei ele ruim?

Abaixo está o print dos comentários e minhas respostas:

image
image

Patrick até é educado, mas no final deles deixa umas indiretas que resumem a sua real intenção nos seus comentários. Também recebi outros comentários, como você pode ver aqui.

Percebam que eu faço questão de dizer que apesar de não gostar do filme eu respeito quem gosta. E as minhas respostas sempre são mais respeitosas possíveis. Só dei um comentário grosso, porque precisava ser do mesmo nível que a outra pessoa me deu (“me obrigue a ler a sua resenha”). E no último comentário (até a publicação dessa postagem), eu tive que deixar claro que essa é MINHA opinião, já para ver se aquilo parava por ali, porque continuar com aquela discussão não vai a lugar nenhum. Me parece que ele estava tentando me convencer que estou errado quanto a minha visão do filme. Veja que irônico, ele diz que eu quero fazer as pessoas pensarem como eu, por causa da forma como escrevi a resenha, mas o que parece é que é ele que está tentando me convencer a mudar de ideia quanto ao filme.

image

Bem, depois de ler o artigo do link que ele me passou (AQUI), confesso que realmente, Mad Max: Estrada da Fúria está cheio de críticas sociais. Eu não tinha percebido isso, e acho legal, é um ponto a mais no filme, dá uma profundidade que ele parece não ter. Mas a história em si não tem. As falas são poucas, e o filme todo é uma grande corrida entre caçadores e perseguidos. É isso o que eu vi. Se você só quer ver isso, ok, mas se você quer algo mais, o filme não é tão bom assim.

EU achei isso. Não estou dizendo para todo mundo: “não assistam esse filme, ele é péssimo!”. Eu estou dizendo: “eu assisti esse filme e não gostei”. E como bem destaco nos comentários que você vê na imagem acima, eu não quero influenciar ninguém. Cada um que assista o filme e tire suas próprias conclusões. O meu blog é um espaço meu, e lá eu coloco as minhas opiniões, as minhas impressões. E claro, eu quero pelo menos achar pessoas que pensem igual a mim (e para Mad Max achei, apesar de serem pouquíssimas). É para isso que eu tenho um blog sobre resenhas de filmes. É para dizer a minha opinião, e não para dizer a opinião geral só para agradar todo mundo. E o mínimo que eu peço é respeito pelo que escrevo. Lá tem um espaço de comentários, que quem quiser concordar ou discordar pode deixar a sua opinião, desde que seja respeitosa nas suas palavras.

Isso cansa um pouco, desgasta. Cansei de ver tantas pessoas que não sabem respeitar a opinião das outras. Eu gostaria de debater opinião e ideias, mas com respeito. Mas, infelizmente, parece que isso está ficando cada vez mais raro.

P.S.: mesmo assim não vou deixar de continuar escrevendo e publicando resenhas. Apesar de tudo isso, eu ainda gosto de escrever e compartilhar a minha opinião.

Anúncios
A falta de respeito com a opinião dos outros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s