Chiquititas foi uma ótima novela, mas que terminou mal

E hoje, 14 de agosto de 2015, acabou Chiquititas, depois de dois anos e um mês de novela, com 545 capítulos.

Eu gostei muito da novela, que além de manter boas histórias infantis educativas, como tínhamos visto em Carrossel, anda trouxe histórias juvenis, com o elenco adolescente e juvenil, e histórias adultas com o elenco adulto. Todo o elenco da novela foi muito bem escolhido. Foram pessoas talentosas. Os atores mirins são bem melhores que os de Carrossel. Os cenários ficaram mais bem feitos, e o investimento na novela foi maior. Eles investiram em novos equipamentos para as filmagens e pós produção e investiram numa cidade cenográfica.

O que eu achei incrível em Chiquititas é a quantidade de vilões. Eles eram muitos, e um pior que o outro. Agora já perto do final descobrimos que o maior vilão da novela é Carmem, maior até que José Ricardo.

Não assisti a versão antiga, mas gostei muito dessa, muito mesmo.

Porém ela também teve defeitos. O SBT querendo como sempre aproveitar o máximo possível de lucro e audiência que um produto pode dar, resolveu esticar a novela. Íris Abravanel disse em entrevista no De Frente com Gabi, na semana da estreia da novela, que o plano era que ela durasse um ano. Esticaram, e seria tudo bem se durasse até um ano e meio. Mas resolveram esticar ainda mais, para acabar em julho. E aí começaram a colocar de dois a três clipes por dia no capítulo para comer tempo, fora os sonhos e lembranças dos personagens. Muitas vezes (muitas mesmo!) essas lembranças eram cenas que tinham passado naquele mesmo dia. Um absurdo. Acham que só porque o público-alvo são as crianças podem abusar dessa forma. Eles sabem que a audiência não cai e por isso fizeram isso. Um verdadeiro desrespeito com o telespectador. Depois acharam pouco os adiamentos e adiaram novamente o final para agosto.

Íris Abravanel tinha escrito uma quantidade de capítulos que não era para dois anos de novela, e os trabalhos já tinham sido concluídos, por isso eles fizeram esse esticamento de clipes e repetições. É mais fácil do que retomar o trabalho, ou acabar a novela no prazo e começar a outra não é? Se não deu tempo de começar os trabalhos da outra novela foi por falta de planejamento. O SBT se mostrou desorganizado e em alguns momentos não foi profissional.

O problema não foi a novela ter durado dois anos, e sim o artifício que eles usaram para isso. Se durante esse tempo todo tivesse histórias inéditas o suficiente para não ter essas repetições e tantos clipes num capítulo só, seria bom.

A enrolação e o esticamento foi tão grande, que nas duas últimas semanas tudo começou a se resolver do nada e sem nenhuma explicação, simplesmente porque estava no final. Isso aconteceu principalmente nessa última semana. O resultado foi histórias cheia de furos. Por exemplo: como Miguel descobriu que Gabi estava internada no hospício? Como Valentina ficou boa do nada? Onde Carmem esteve depois que saiu da cadeia? Qual foi o destino de Armando? Como Matilde conseguiu viajar o mundo sem dinheiro? O que aconteceu com o orfanato depois que Júnior e Carol resolveram adotar todo mundo (já que não tinha mais nenhuma criança para cuidar lá)? Por que a festa de 15 anos de Mili foi no orfanato e não na sua casa? Por que a despedida da boneca Laurinha foi só uma espécie de sonho ou imaginação de Maria? Como Marian fez para ser aceita em outro orfanato? Ela realmente mudou?

E ainda tiveram outros furos na trama que não me lembro agora, mas que me perguntei no momento em que estava assistindo. Perguntas como essas poderiam ter sidos resolvidas se novela focasse nelas, ao invés de outras besteiras. Dessa forma as coisas aconteceriam aos poucos, e os acontecimentos finais fariam mais sentido e não seriam apressados. Isso também faria com que houvesse menos repetições de cenas e clipes.

Não sei se Íris Abravanel e sua equipe deixaram passar esses detalhes porque se trata de uma novela infanto-juvenil e supostamente “as crianças não ligam” ou porque ainda têm que melhorar no seu trabalho. Eu acho que Íris escreve bem, mas desse jeito não tem como defendê-la. Tem que melhorar nesses pontos, porque isso prejudica a qualidade da novela, que começa boa e termina não tão boa assim. A qualidade não é mantida.

Mas como disse, de modo geral eu gostei da novela. Teve ótimos atores, ótimos personagens e ótimas histórias. Só esses últimos meses que estragou um pouco a qualidade do que vinha sido apresentado. Isso aconteceu com Carrossel e também com Chiquititas. E é bem provável que também acontecerá com Cúmplices de um Resgate.

Anúncios
Chiquititas foi uma ótima novela, mas que terminou mal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s