Quem manipula quem na educação escolar?

Essa semana eu postei uma rápida opinião sobre a reforma do Ensino Médio nas minhas redes sociais, como essa do Facebook:

No Twitter um amigo me respondeu dizendo que aquilo não era avanço nenhum, e eu perguntei “Por que não?”. Na defensiva ele respondeu: “Por que é um avanço?”. Então respondi dizendo que era um avanço porque agora os alunos não serão mais obrigados a estudar tantas matérias, podendo escolher quais matérias estudar de acordo com a área com que mais se identifica. Continuei dizendo que não adianta o aluno estudar tantas matérias se ele não vai ficar perito em nenhuma e se elas não serão úteis para a sua vida prática. Já se o aluno se aprofundar numa área será mais interessante e estimulante para ele, porque ele estará estudando o que gosta. Então, se na metade do 2º ano o aluno já tiver decidido que irá querer fazer Jornalismo, que escolha estudar Linguagens no Ensino Médio, porque não faria sentido ele estudar Química, Física e Biologia se ele não precisará delas para a prática da sua profissão.

E então ele me respondeu dizendo o porquê que ele não acha que a reforma do Ensino Médio é um avanço (inicialmente eu ia colocar os tweets aqui, mas, mesmo o Twitter sendo uma rede púbica, e tudo o que foi dito está lá para todo mundo ver, decidi que aqui vou colocar apenas o que ele disse para não expô-lo):

Então quer dizer que se eu escolher a área das biológicas eu vou estudar só biologia e química? Isso p mim não faz sentido nenhum. Isso só deixará as pessoas mais burras. Imagine eu, de humanas, conversando com uma pessoa de exatas e não tendo assunto nenhum. E outra: querem tirar Artes!!! Na minha escola mesmo eu tenho exemplos de pessoas que seguiram carreira musical por causa de artes. Como vamos saber o que queremos logo no ensino médio uma coisa que vamos levar para a vida toda? Isso não existe. Educação física é mais que importante na escola. Muitas pessoas só praticam esportes porque se interessaram em fazer NA ESCOLA. Temer é muito sacana mesmo. Umas 2 semanas atrás estava homenageando atletas olímpicos e agora tira ed fisica nas escolas. estão vindo colocar tempo integral nas escolas sem olhar para a infraestrutura da escola. Eu vivencio isso todos os dias, pois minha escola é de tempo integral e não tem infraestrutura para suportar isso. Não é só de vestibular que vive o ensino médio. Tirar sociologia para alunos ficarem BURROS e não saberem o que se passa na sociedade é muito fácil, implantar escola sem partido também é excelente para eles, porque não vão ter mais pessoas para questionar o que estão fazendo na política. NÃO, essa mudança NÃO é boa para as escolas.

Quando eu li isso pensei na mesma hora: isso tá muito com cara de papo de professor. Sim, os professores das escolas e de faculdade são os maiores críticos desse novo sistema. Para eles o ensino deve continuar o maior possível para que os alunos aprendam mais coisas e se tornem mais inteligentes. E não só isso: para os professores se os alunos estudarem menos matérias serão alvos fáceis dos políticos para a manipulação. E então os professores expressam suas opiniões nas salas de aula e fazem a cabeça dos alunos com isso. Hum… manipulação né? Quem está manipulando quem agora? O que estou vendo é os professores manipulando os alunos a pensarem como eles. E os alunos não se dão o trabalho de ler as notícias mais recentes e buscar opiniões de diversos especialistas em educação para formar sua própria opinião. Vejam só, os professores que dizem que os políticos vão manipular os alunos, são na verdade os manipuladores! Se querem que os alunos tenham senso crítico, que lhe estimulem ao debate onde eles (os professores) fiquem neutros, apenas assistindo, e não expondo a sua opinião para que todos vejam como o certo.

A mesma coisa aconteceu na escola da minha irmã. Teve até um dia que os professores fizeram greve para protestar contra o projeto de lei, e eles falaram muitas coisas aos alunos para dizer como esse projeto do governo é ruim e vai prejudicar os estudantes. Claro que os professores pensam assim, porque esse é o emprego deles, que agora está sendo ameaçado. E esse pensamento não é algo exclusivo dos professores do Brasil, mas também do Canadá, que está passando por uma discussão parecida, mas sobre a reforma do Ensino Superior (que aliás, nós também precisamos).

Eu tive um professor de Sociologia no 1º período da faculdade, em 2013, que de vez em quando soltava umas opiniões políticas, mas que eram disfarçadas e bem fundamentadas. Um exemplo: uma vez ele disse que se o governo quisesse poderia pegar de volta todas as empresas que foram privatizadas sem ter que pagar por isso, porque as empresas privadas que compraram as públicas já lucraram muito. Ele disse que isso seria bom se acontecesse e justificou citando vários motivos. Todos ficaram calados. Quem vai discutir com o professor, que é a pessoa que já está formada, e que continua estudando para dar suas aulas? Ele tem muito conhecimento, e num debate, aluno nenhum conseguiria ganhar dele. E o que ele fala tem muito sentido. Um ano depois, em 2014, teve eleições para governador, e em um debate de televisão, quando a apresentadora dizia “vamos para o intervalo”, na mesma hora aparecia na tela os assessores de cada candidato. E quem estava lá? Sim, o meu professor. Ele era assessor do candidato do PSOL. Depois disso foi que entendi aquela sua opinião sobre o governo tomar de volta as empresas privatizadas.

Não estou criticando o partido e nem suas ideologias, mas o que estou querendo dizer aqui é que sim, os professores manipulam os alunos. Eles dão suas opiniões, que são tão fundamentadas e corretas, que não tem como os alunos não pensarem como eles.

Eis a minha resposta ao meu amigo:

Eles não vão tirar Filosofia, Sociologia, Ed. Física e Artes, aquilo foi um erro na divulgação e eles corrigiram rapidamente. E outra: ninguém vai ficar mais burro por estar estudando menos matérias, até porque seguindo essa lógica, quem estudasse todas deveria ser muito inteligente. A pessoa vai ser mais inteligente se souber mais sobre uma área só. Eu estou me formando em Administração, mas não sei nada de Engenharia. Sou burro por causa disso? E o engenheiro não deve ser muito bom em Português. Ele é burro por causa disso? Não. Todos são inteligentes nas suas áreas. Um médico pode ser muito bom na sua área, mas pode precisar de ajuda de um psicólogo para sua vida pessoal. Isso não faz ele menos inteligente porque são áreas diferentes. É isso o que essa reforma propõe. Como eu disse, Filosofia e Sociologia vão continuar, mas não é por causa do estudo delas ou de sua falta que a sociedade vai ter melhores pensadores críticos ou não, até porque muitas coisas que os alunos pensam ou passam a pensar no estudo dessas matérias são influências dos professores. Cada um tem o seu pensamento crítico sobre tudo independente do estudo dessas matérias. O governo não vai manipular ninguém, a não ser que a pessoa se deixe ser manipulada. Mas com certeza isso não terá nada a ver com o estudo de duas matérias da escola. Pensamento crítico é algo que a gente vai desenvolvendo com o tempo. Quanto à falta de estrutura das escolas eu concordo que isso será um problema. Escolher qual área vai estudar logo no Ensino Médio também é algo que não acho bom (apesar que na metade do 2° ano a maioria já sabe o que quer, mas mesmo assim).

E reitero: o senso crítico de alguém não se desenvolve estudando Filosofia e Sociologia, e sim com o tempo, porque à medida que envelhecemos, amadurecemos, e também, principalmente com informação. E informação que digo não é saber das coisas por outras pessoas, porque elas sempre passarão a informação carregada com sua opinião pessoal, e sim saber direto da fonte: das notícias. Ler vários textos sobre um tema na internet, de diversos veículos de comunicação, para ter a maior base de informações possível e a partir daí formar sua opinião: é assim que se forma o senso crítico, e não só ouvindo os outros. Aqui no meu blog eu publico a minha opinião sobre tudo, porque é meu espaço, mas não quero que as pessoas me leiam e entendam que eu tenha a verdade absoluta de tudo e que quero que todos pensem igual a mim. Cada um que busque ter a sua própria opinião.

No caso do meu amigo a falta de informação foi tão grande que ele nem sabia que Sociologia, Filosofia, Artes e Educação Física tinha sido colocado de volta na MP poucas horas depois da divulgação dela. E ele não é o único: tem várias e várias outras pessoas assim, que se acham informadas só porque ouviram falar algo de alguém, ou porque leram um amigo reclamando no Facebook, mas não vão lá checar e ver com os seus próprios olhos para confirmar se é aquilo mesmo ou se estão aumentando a história. É por isso que vemos tanta gente criticando e gritando na internet, e também gente fazendo protestos na rua, congestionando as pistas e atrapalhando a vida de centenas ou milhares de pessoas.

Quando a crítica tem fundamento, ok, mas e quando não tem? Porque dizer que a falta de Sociologia e Filosofia nas escolas vai fazer os alunos serem manipulados pelo governo porque faltará senso crítico é muito sem sentido. Se fosse assim todos deveriam ser pensadores e conscientes. Dizer que os alunos ficarão mais burros se não estudarem todas as matérias é um absurdo completo, porque se fosse assim todos deveriam ser experts em todas as matérias. Como dá para ver, isso são os professores manipulando seus alunos.

Anúncios
Quem manipula quem na educação escolar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s