Tempo, trabalho e riqueza

tempo

O tempo é um presente, é literalmente a única coisa que temos. Quando você perceber, já era! Você pode ser um milionário, mas não pode comprar um segundo a mais da sua vida, então pegue esse momento nas mãos e viva a sua vida antes que seja tarde demais, não desperdice o tempo!

– Wendell, em Wendell & Vinnie (episódio 16)

——

Essa citação traz uma boa mensagem. É bom refletir nela porque vivemos num mundo agitado em que se prioriza o trabalho ao invés do tempo em família, e atividades e cursos para os filhos, ao invés de deixá-los apenas ter uma infância normal de brincadeiras. As pessoas buscam cada vez mais conhecimentos, mais reconhecimento, mais poder e influência, mais utilidade em tudo o que fazem (não podem desperdiçar tempo fazendo algo que é inútil e já criam os filhos nesse mesmo ritmo), mas terminam se esquecendo de valorizar as coisas e os momentos mais simples e importantes da vida, como admirar a natureza, passar um tempo com a família e amigos, ficar sem fazer nada para desestressar e dar um freio dessa vida caótica e agitada que levamos, cheia de porquês e motivos para fazer tudo.

Como diz na citação, “você pode ser um milionário, mas não pode comprar um segundo a mais da sua vida”. Do que adianta ter tanto dinheiro e riqueza se você não tem paz? Do que adianta ter tanto dinheiro se você não consegue viver sossegado porque o dinheiro é justamente o que lhe preocupa? E o que ele vai adiantar quando você estiver morrendo? A Bíblia fala muito sobre isso. Aqui vão algumas reflexões parecidas com essa que já estavam na Bíblia há tempos:

O trabalhador pode ter pouco ou muito para comer, mas pelo menos dorme bem à noite. Porém o rico se preocupa tanto com as coisas que possui, que nem consegue dormir.

Eclesiastes 5:12 (NTLH)

Mas é melhor ter pouco numa das mãos, com paz de espírito, do que estar sempre com as duas mãos cheias de trabalho, tentando pegar o vento. Descobri que na vida existe mais uma coisa que não vale a pena: é o homem viver sozinho, sem amigos, sem filhos, sem irmãos, sempre trabalhando e nunca satisfeito com a riqueza que tem. Para que é que ele trabalha tanto, deixando de aproveitar as coisas boas da vida? Isso também é ilusão, é uma triste maneira de viver.

Eclesiastes 4:6‭-‬8 (NTLH)

Confesso que às vezes sonho em ser rico, mas então me lembro que as coisas não são tão simples assim e me lembro desses versículos e de outros que falam sobre como as riquezas podem ser ruins, e as uso como forma de confrontar meus pensamentos. No fim as riquezas podem lhe trazer conforto, mas vão lhe trazer junto mais preocupação.

Mas claro, não é preciso ser rico para desperdiçar tempo (que é o tema da citação principal desse post). Trabalhadores comuns e pobres também desperdiçam muito tempo com trabalho, com se fosse a coisa mais importante da vida. É melhor não esperar chegar num ponto em que você está com uma doença terminal ou muito velho para perceber o quanto perdeu tempo com algo e não aproveitou a sua família ou deixou de fazer algo que você queria fazer mas sempre tinha outras coisas mais importantes, que terminavam tomando o seu tempo e adiando aquele desejo para sempre.

Esse negócio de viver para trabalhar é algo que eu realmente não gosto. É por causa de pais que vivem trabalhando que muitas vezes os filhos não têm uma convivência harmoniosa em casa. Infelizmente o trabalho é necessário para viver, e é claro que eu quero trabalhar e melhorar de vida, mas nunca quis viver para trabalhar e trabalhar para viver. Quando você vive assim é como um animal: trabalha (caça o alimento), come e dorme. No outro dia acorda e começa o ciclo de novo. Não é essa a vida que eu quero para mim.

Anúncios

4 comentários em “Tempo, trabalho e riqueza

  1. Isso é muito verdadeiro Jockisan. Embora necessário, o trabalho não pode ser o foco da nossa vida, o tempo inteiro. Devemos ter equilíbrio. Eu tenho esse mesmo pensamento: às vezes sonho em ser rico, mas tenho medo das preocupações que vem embutidas e de como elas podem me tirar o tempo para outras coisas. Apenas a faculdade e o estágio já me tiram um tempão, imagine ter um cargo maior, ou uma empresa própria!

    Curtir

    1. Seria muito bom ser rico e poder não se preocupar tanto com as coisas e poder ter tempo livre quando quiser né? rs Tem um empresário, Flavio Augusto, dono da Wise Up, que acho que leva uma vida mais ou menos assim. Ele mora em outro país. Já morou nos Estados Unidos, na Austrália e parece que agora tá em Portugal. Passa 2 anos em cada país, e continua controlando todos os negócios, mas à distância. Vem ao Brasil uma vez ao mês, dá as ordens e volta para o país onde mora. Reuniões participa por Skype. E a família dele vai acompanhando ele de país em país. Isso seria um sonho hein? kkkk Quando eu digo que quero ter um negócio próprio, muitas vezes é pensando em ter liberdade nos horários e no tempo, porque assim você não precisa ficar restrito àquelas 8h diárias fixas. Mas olhando a realidade, o dono do seu próprio negócio trabalha muito mais que isso, é sempre o primeiro a chegar e o último a sair, e ainda por cima quando volta para casa fica pensando na empresa, já que isso é a sua vida. Mas não é impossível, acho, conseguir ter flexibilidade de tempo, principalmente se você já chegou no estágio de ser super rico, e o próprio Flavio Augusto é um exemplo disso, mas com certeza deve ser muito difícil tentar se desprender dessa forma.

      Curtir

      1. O exemplo que você deu parece, na minha opinião, um outro extremo. Deixe-me expressar melhor. O trabalho é uma benção. Você se sente útil, está ocupado com algo, ganha seu dinheiro, tem oportunidades de crescimento. Embora cansativo, é uma benção (melhor ainda se você faz o que gosta). Mas há pessoas que trabalham mais que o necessário, e não se preocupam com as outras coisas. Querem fazer, fazer, fazer, mas não param. Como diz Eclesiastes 3, há tempo para tudo. Há o tempo de trabalhar, tempo de estudar, tempo de estar com a família, tempo de recrear-se, tempo de não fazer nada. Eu, pra citar um exemplo, gosto de trabalhar 5 dias por semana, tirar o sábado para descansar, o domingo para coisas diversas e tirar férias de 30 dias. Isso no meu caso é o ideal. Ficar só viajando ou só tendo momentos de lazer é um outro extremo. Digo, trabalhar menos do que recrear-se.

        Curtir

      2. Mas no caso desse empresário acho que ele não leva uma vida só de lazer não, pelo menos eu não vi desse jeito. Ele trabalha, só que à distância, ele gerencia todas as empresas dele. Eu vi ele dizendo em entrevista que a escolha de morar em diversos países é para dar uma carga cultural maior aos filhos (e entramos de novo naquele ciclo que falei no post: pais que querem que seus filhos aprendam cada vez mais e fiquem cada vez mais ocupados, o que eu acho ruim). Mas também acho que ele faz isso para viver num país melhor que o Brasil e ao mesmo tempo conhecer mais do mundo. Mas pelo que eu li, ele continua de dentro das empresas.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s